Aumento de casos de má-nutrição preocupa autoridades sanitárias na província da Huila

Novo JornalPublicado 19/05/2017 15:24:00

Os casos de má-nutrição na província da Huila, município do Cuvango, são já 2 373, com quatro óbitos desde o início do ano, informou o director municipal de saúde, Cláudio Maria Afonso.

Segundo o responsável, citado pela Angop, houve um aumento de 223 casos e a redução de oito mortes em relação a igual período de 2016.

"Os casos ocorreram, na sua maioria, na sede do município e na comuna de Galangue, Vicungo, bem como na localidade do quilómetro 50. Durante esta semana tivemos quatro óbitos. Neste momento, temos um número elevado de crianças em estado grave", lamentou.

Cláudio Maria Afonso disse ainda que a direcção da saúde local tem estado a realizar acções de sensibilização no seio das comunidades, na perspectiva de que adoptem uma dieta alimentar saudável e mantenham a higiene nas residências.

Para ver resolvida a situação da população, o director municipal de saúde afirmou que foram entregues bens de primeira necessidade e papas nutritivas às famílias afectadas pela doença na tentativa de ajudar à recuperação das crianças.

O município do Cuvango tem uma população estimada em 78 543 habitantes, com três comunas, nomeadamente Vicungo, Galangue e Sede.

Primeira Página